Não deixe de conferir   /

O QUE SEU BEBÊ FAZ QUANDO TE VÊ DIZ MUITO SOBRE OS SENTIMENTOS DELE

Facebook Twitter Google + Pinterest Linkedin Reddit
O QUE SEU BEBÊ FAZ QUANDO TE VÊ DIZ MUITO SOBRE OS SENTIMENTOS DELE

BEBÊ FAZ QUANDO – A maneira como o bebê reage diante dos pais diz muito sobre a relação dos dois, de acordo com a Teoria do Apego

Para entender melhor a relação entre o bebê e sua mãe e seu pai ou cuidador, a psicóloga americana Mary Ainsworth  criou uma experiência que se tornou muito famosa em todo o mundo, chamada de ‘Situação Estranha’.

Nesta experiência, a psicóloga avaliou como bebês de cerca de um ano reagiram quando ficaram alguns minutos distante de seus cuidadores. Portanto, neste estudo bebês foram observados enquanto brincavam durante vinte minutos. Neste tempo, os cuidadores/pais do pequeno e outras pessoas entraram e saíram da sala em alguns momentos.

Segundo Mary Ainsworth, a maneira como o bebê reage quando os cuidadores/pais estão presentes, quando eles saem da sala e quando retornam diz muito sobre a relação dele com os pais/cuidadores.

A psicóloga observou que existem três comportamentos que o bebê pode ter nessas situações.

Vínculo seguro: Segundo a psicóloga, um bebê que tem uma relação segura com os pais e/ou cuidadores irá explorar com tranquilidade o ambiente em que está, irá se envolver com os estranhos presentes e ficará claramente chateado quando os pais saírem do ambiente e ficará feliz quando os pais retornarem. Além disso, dificilmente esta criança irá interagir com o estranho se os pais/ cuidadores não estiverem no ambiente.

Vínculo ansioso-inseguro: Ainda de acordo com a psicóloga, um bebê tem um vínculo de ansiedade e insegurança com os pais ou cuidadores quando se mostra ansioso ao explorar o ambiente e também diante de estranhos, mesmo quando o cuidador está presente e que fica extremamente estressado quando o cuidador sai.

Além disso, quando o cuidador/pai retorna a criança mostrará sentimentos diferentes. O pequeno vai querer ficar próximo dele, porém ficará ressentido com o pai ou cuidador e irá resistir quando ele for dar atenção ao pequeno.

Vínculo inseguro e que evita o cuidador: Um bebê que tem uma relação insegura com seu cuidador/pais e que inclusive o evita de acordo com a psicóloga terá o seguinte comportamento neste experimento: irá evitar ou ignorar os pais ou cuidadores e mostrar pouca emoção quando o cuidador sair e retornar. Esta criança também não irá explorar muito o ambiente, independente de quem estiver nele. Os estranhos não serão tratados de maneira muito diferente do que os cuidadores/pais.

É importante deixar claro que não é porque a criança demonstra estes problemas de vínculo com um ano de vida que eles irão permanecer para sempre no futuro. Com algumas atitudes, os papais podem estimular o vínculo com os filhos e criar crianças seguras.

Fonte consultada:

Livro: Mary Ainsworth: Attachment and the growth of love

 

 

 

-bebêmamãe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This